sábado, 8 de setembro de 2007

Quando o 7 de setembro não é feriado para um brasileiro

Nada como um feriado na sexta-feira para aproveitar descentemente o sábado e, de quebra também o domingo. Imagino que muitos brasileiros aproveitaram a data propícia e foram para o litoral ou para um cantinho qualquer a fim de relaxar. Outros, decidiram não fazer nada e deixar o dia passar ou, quem sabe, aproveitar para ficar na internet. Coisas do Brasil. Características de um povo lindo. Alguns decidem participar das paradas que acontecem.

Na manhã de 7 de setembro, recebi, pela primeira vez um "parabéns" por essa data. As pessoas vinham em minha direção para me felicitar... Sim, estranho, diferente. Eu não estava no Brasil. Quando prosseguiam na conversa, agradecia pelos cumprimentos e explicava-lhes que não tínhamos esse costume em nosso país. Achei interessante isso...

E o que fazer quando você é um estudante brasileiro numa escola internacional fora do Brasil - com pessoas de 12 países diferentes? O que fazer quando o 7 de setembro não é um feriado para um brasileiro?

Brasileiros reunidos elaboram comemorações. A data não poderia passar am branco e decidimos - Cirene, Sany, Thiago e eu - que faríamos alguma coisa para lembrarmos do Brasil nesse dia. Montamos um vídeo com fotos da nossa realidade e usamos "Pra cima, Brasil" como música de fundo. Falamos da nossa bandeira. Compartilhamos motivos de intercessão pela nossa nação. Vestimos verde e amarelo. Na quinta-feira à noite, reunimo-nos na cozinha e preparamos um bom pão-de-queijo e um delicioso mousse de maracujá para servirmos na sexta. O resultado de todas essas coisas foi um pouco de brasilidade, uma sensação de estar em casa apesar de estar longe da pátria.

Brasil, gigante pela natureza de Deus.


Preparando o mousse de maracujá

A massa e umas bolinhas de pão-de-queijo

Apresentando a "Reflection of the day" sobre o Brasil

Tueng Tueng, Cirene e Nan: Tailândia e Brasil juntos

Os brasileiros do Team Nettverk

3 comentários:

Barbara disse...

Hum, que apetitoso esse 7 de setembro aí hein!? Realmente foi diferente, nós muitas vezes nem ligamos para o "significado" da data, gostamos da folga... Mas estando fora é uma boa oportunidade de matar um pouco das saudades. Mas eu também comi pão de quijo no feriado, tá!? Só que feito no forno do fogão de lenha do pai lá na roça......

Beijão meu querido e que o Senhor continue a abençõa-los.

Sarinha disse...

Aguardamos a sua volta para cozinhar em nossos retiros, almoços...hahaahahaha.=D

Neiva Maria Galvão Penno disse...

Edson
Estou acompanhando seu "estágio" na Noruega - com interesse e muita saudade de você. Que Deus continue te abençoando junto com os outros aí. Quando tiver tempo, dê uma olhada no meu blog, onde relato a nossa viagem para a Alemanha.
Um grande abraço. Neiva
www.neivamaria.blogspot.com