sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Superficial e Profundo

‘‘Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra cousa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus’’ (1 Coríntios 10.31)

Tenha cuidado ao pensar que as coisas superficiais da vida não tem nada a ver com Deus: elas são tão importantes quanto as profundas. Não é a sua devoção ao Senhor que leva você a desprezar a superficialidade, mas sim o seu desejo de impressionar os outros pelo fato de que você não é superficial. E, certamente, isso é algo estranho na nossa espiritualidade. Tenha cuidado quando o desprezo começa a crescer dentro de você, pois, se prosseguimos assim, facilmente estaremos rejeitando pessoas, talvez porque elas sejam ‘superficiais’ demais para o nosso gosto. Tome cuidado para não ser taxado como alguém profundo: Deus escolheu se tornar uma criança.

Ser superficial não significa ser alienado, da mesma forma a superficialidade não é indício de que não existem coisas profundas: o oceano tem margem. As superficiais amenidades da vida como o comer e beber, o andar e conversar, enfim, todas essas coisas são ordenadas por Deus. O nosso Senhor viveu em meio a essas amenidades também. Jesus viveu em meio a isso como o Filho de Deus e Ele também disse que “o discípulo não está acima de seu Mestre” (Mateus 10.24).

As superficialidades da vida nos trazem segurança. Precisamos viver também a vida senso-comum e de um modo comum. Quando as coisas profundas vêm, o Senhor há de entregá-las para nós além das nossas rotinas. Procure mostrar a sua profundidade para o Senhor e não para as pessoas. Nós somos tão sérios, tão desesperados com as nossas próprias qualidades e características que recusamos proceder como cristãos nas superficialidades da vida.

Não se preocupe tão seriamente com o que as pessoas pensam sobre você, mas aja sempre com seriedade no seu relacionamento com Deus. Outra coisa, a primeira pessoa que você tem que abandonar por saber que ela tem sido a maior fraude que você já viu é você mesmo.

Oswald Chambers

Shallow and Profound

''Whether you eat or drink, or whatever you do, do all to the glory of God''
(1 Corinthians 10:31)

Beware of allowing yourself to think that the shallow aspects of life are not ordained by God; they are ordained by Him equally as much as the profound. We sometimes refuse to be shallow, not out of our deep devotion to God but because we wish to impress other people with the fact that we are not shallow. This is a sure sign of spiritual pride. We must be careful, for this is how contempt for others is produced in our lives. And it causes us to be a walking rebuke to other people because they are more shallow than we are. Beware of posing as a profound person— God became a baby.

To be shallow is not a sign of being sinful, nor is shallowness an indication that there is no depth to your life at all— the ocean has a shore. Even the shallow things of life, such as eating and drinking, walking and talking, are ordained by God. These are all things our Lord did. He did them as the Son of God, and He said, "A disciple is not above his teacher" (Matthew 10:24).

We are safeguarded by the shallow things of life. We have to live the surface, commonsense life in a commonsense way. Then when God gives us the deeper things, they are obviously separated from the shallow concerns. Never show the depth of your life to anyone but God. We are so nauseatingly serious, so desperately interested in our own character and reputation, we refuse to behave like Christians in the shallow concerns of life.

Make a determination to take no one seriously except God. You may find that the first person you must be the most critical with, as being the greatest fraud you have ever known, is yourself.

Oswald Chambers

2 comentários:

Daniel Simoncelos disse...

Nossa muito bom. Gostei muito mesmo. Precisamos ser profundos apenas naquilo que é necessário ser profundo, em todo o resto precisamos ser simples. Muito legal. Que Deus continue te abençoando mto. Grande abraço irmao.

Ronni disse...

wow! what a text... It was for me!
Look this: Never show the depth of your life to anyone but God.
It's a big knowledge!
Thank you for post this text!